7 de novembro de 2010

Dilma, FHC de saia?

Habemus Presidentum!


Já temos um presidente eleito, sim. Ou melhor, uma "presidenta". Melhor ainda, uma "presidente". Não mudemos a vogal temática do substantivo, por favor. Prefiram a presidente. Discordem da Dilma, quanto a isso.

Dilma13, finalmente, eleita!

Quem diria que uma desconhecida levaria a eleição, não é verdade? Também pudera, qualquer um receberia a faixa presidencial tendo como cabo eleitoral o presidente da República. Até um poste ganharia. O Lula, como diria um ex-presidente, é um político profissional: haja jeitinho brasileiro em um só homem!

Nunca antes neste país houve tantas surpresas, desrespeito à(s) lei(s) e mau caratismo por parte dos postulantes-petulantes ao Palácio do Planalto. Uma vergonha atrás da outra que, ao final, elegeu Dilma Rousseff.

Mas, ok, sem problemas. Ela sabe que jogou bem e sai dessa disputa com a consciência tranquila, garra, competência e autonomia para garantir que o Brasil possa progredir mais sob seu comando. Tomara! Estou ansiosíssimo para conferir o balanço dos 100 dias de seu governo.

Apesar dos pesares, acredito que poderemos nos surpreender com a Dilma-lá. Porque se formos analisar com mais cautela a sua postura, agora, veremos uma mulher diferente da que foi apresentada ao longo da campanha. Chegaremos a uma mulher de verdade!

A propaganda política nem sempre vende o que deve ser vendido. O marketing político, os media training venderam a candidata do continuismo, aquela que vai APENAS continuar o governo Lula. Lançaram um Lula de saia e batom e esqueceram de mostrar a Dilma. Isso é até justificável. Afinal, era necessário ganhar de um José Serra e de uma Marina Silva, candidatos mais experientes e que a ameaçariam caso somente fosse mostrado a Dilma Vana Rousseff.

Para falar a verdade verdadeira de verdade, o povo queria o Lula. E foi isso que compraram, erroneamente: um Lula. E é aqui que digo que poderemos nos surpreender com a Dilma-lá. Dilma não é Lula. Ela é muito diferente do nosso ainda-presidente. Ela, se não estiver cometendo um pecado, poderá se mostrar uma presidente à la FHC.

Digo tal disparate por analisar a postura séria, centrada, de fala e gestos comedidos, pela sagacidade e inteligência que a Dilma Vana possui e que, infelizmente, não foi possível ser apresentada na campanha, por justamente terem vendido a imagem Dilma é Lula.

Para comprovar a minha teoria, basta pesquisar entrevistas, reportagens e discursos da Dilma, antes de sua estreia na disputa presidencial. Vá ao Youtube e confira. Recomendo que assista a sua participação no Programa do Jô em 2008. É surpreendente!

Provavelmente, ao assisti-la, verá que é possível o que digo: ela será, na verdade, um FHC, ou até mesmo um Serra, de saia, pela postura que adota. Ela está muito longe de ser o que Lula foi, se compararmo-la com o apelo popular do presidente. E isso poderá, inclusive, influenciar em suas medidas governistas, no direcionamento que dará as suas políticas.

Pode ser que sim, pode ser que não. Esperemos, pelo menos, os 100 dias.

--
Só para lembrar, já assinou o feeds?

Ae, agora sim 9 comentários...

Mister Neurotic disse...

Lula não é Dima. Ops' Dilam não é Lula. Ninguém sabe quem é Dilma. Mas como você disse, nos 100 dias poderemos dizer que sabemos quem é Dilma.

Pedro Afonso disse...

Apesar da campanha não ter apresentado, eu já estava bastante certo sobre isso. Espero que ela não seja mesmo como "uma Lula", mas também não atue como um "FHC" de saia, privatizando o Brasil de norte a sul.

Ótima postagem!

Versos Controversos - Alan Salgueiro disse...

Dilma terá de mostrar que não é uma sombra. Se venderam o continuismo, cabe a ela agora não ser tão distoante de Lula mas ao mesmo tempo dizer a que veio e mostrar sua personlidade.

E quanto à comparação com FHC, e o governo Tucano, talvez a comparação possa ser começada a partir do governo do próprio Lula.

Nicelle Almeida disse...

Pois é, meu amigo e mesmo após tantas evidências, ainda assim, vai ter gente pra abrir a boca e falar "Que absurdoooooo!". É, o pior cego é aquele que n quer enxergar, concorda?
Vamos lá Brasil, ver o que vai dar. Não tenho bons pressentimentos!
Um forte abraço!
Me visita tb!!!!
www.nicellealmeida.blogspot.com

Nicelle Almeida disse...

Meu amigo, tem post novo lá no blog. Me visita =)
Um forte abraço!!!
www.nicellealmeida.blogspot.com

Felipe disse...

Acho que a única coisa que aprendemos nessa eleição foi:

Presidente mulher não troca a letra. Pois é...

A única coisa boa... "/

obs.: Nunca vi 13 ser bom...Falo mesmo...

Nicelle Almeida disse...

Olá, meu amigo (sumido hehehehe)
Vim te desejar um ótimo final de semana.
Aparece lá no blog quando puder =)
www.nicellalmeida.blogspot.com

sarah castro disse...

Pois e o que disseram aconteceu Dilma no poder,eu confesso eu acho que o povo não tem opinião própria se um voto nela o resto tudo vota .. ia ser muito melhor ter uma presidência diferente do que a do Lula porque está mais do que na cara que Dilma=Lula ou vice versa seilá rs
como disse ai encima a unica coisa boa dessa eleição foi ter sido uma mulher tirando isso o resto e 'lixo'

fábio disse...

eu nao me deixei levar....pelo que o lula disse, mais se a voz do povo é a voz de Deus, espero um bom governo!

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

  ©Modificações by Felipe.

TOPO  

BlogBlogs.Com.Br