16 de janeiro de 2012

"O Brado Retumbante"

Amanhã, dia 17 de janeiro, estreia, na Globo, a minissérie "O Brado Retumbante", escrita por Euclydes Marinho.

A trama apresentará o ator Domingos Montagner - palhaço profissional, fundador da Companhia Circense La Mínima - interpretando o nosso novo Presidente da República, o Excelentíssimo Sr. Paulo Ventura, uma espécie de Lula: faz tipo popular, chegando ao Palácio do Planalto, puxando papo com o segurança sobre futebol.

O Presidente Ventura, com um quê de Fernando Collor, é boêmio e mulherengo, e terá um affair com a mulher de um Senador; se encantará com uma intérprete e viverá crises e mais crises com a primeira-dama, interpretada por Maria Fernanda Cândido. Além disso, sofrerá pressões políticas diversas e até mesmo um atentado.

Para escandalizar ainda mais, o casal presidencial tem uma filha barraqueira e um filho transsexual.

De quebra, tal ficção - não tão fictícia - mostrará o ator Luiz Carlos Miele, na pele de um político da velha guarda que, de tão influente, será conhecido apenas como "O Senador", remetendo-nos ao coronel José Sarney.

Curiosíssimo para assistir "O Brado Retumbante", que deveria trazer, logo no primeiro capítulo, o aviso "BASEADA EM FATOS REAIS!"

Imperdível!

--
Só para lembrar, já assinou o feeds?

Ae, agora sim 6 comentários...

BEPClub disse...

Vou ver quando começar \o

Mauricio Trindade disse...

Não costumo assistir a séries globais, mas essa eu pretendo dar uma olhada.

Tony Martins disse...

To no mesmo barco (que não é o Costa Concórdia) que o Mauricio Trindade... Não costumo ver produções da globo mas parece q vai ter algo de bom nessa minisserie.
E concordo contigo que deveria entrar com a tarja de Baseada em Fatos Reais.

Parabens

Fernanda disse...

Estou curtindo -- em primeiro lugar, claro, pelo alto teor de gostosidade do protagonista. :-) Quem nos dera ter um Paulo Ventura no Planalto, ou melhorzão ainda se aqui pertinho, na velha capital. Um presidente que fosse promíscuo apenas na cama e superimpecável na banca já resolvia nossa vira-latice safada... PV forever! Beijos e sucesso no blog!

B. disse...

Concordo com o que disse. Queria muito assistir, estava empolgada, mas acabei não vendo desde o começo. Ontem vi um pedacinho e também gosto das chamadas para a minissérie. Deve ser bastante crítica, como o seu post aponta. Adoro isso.

Déia disse...

Gostei muito da mini-série, um retrato bem real da realidade brasileira!

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

  ©Modificações by Felipe.

TOPO  

BlogBlogs.Com.Br