16 de julho de 2010

Não me acostumo aos POLÍTICOS CORRUPTOS. Deveria?

Eu sei que a gente se acostuma.
Mas não devia.

A gente se acostuma a morar em apartamento de fundos e a não ter outra vista que não as janelas ao redor.E porque não tem vista, logo se acostuma a não olhar para fora.
E porque não olha para fora, logo se acostuma a não abrir de todo as cortinas.
E porque não abre as cortinas, logo se acostuma a acender mais cedo a luz.
E porque à medida que se acostuma, esquece o sol, esquece o ar, esquece a amplidão.

A gente se acostuma a acordar de manhã, sobressaltado porque está na hora.
A tomar café correndo porque está atrasado.
A ler jornal no ônibus porque não pode perder o tempo da viagem.
A comer sanduíches porque já é noite.
A cochilar no ônibus porque está cansado.
A deitar cedo e dormir pesado sem ter vivido o dia.

A gente se acostuma a abrir a janela e a ler sobre a guerra.E aceitando a guerra, aceita os mortos e que haja números para os mortos.
E aceitando os números, aceita não acreditar nas negociações de paz.
E aceitando as negociações de paz, aceitar ler todo dia de guerra, dos números da longa duração.

A gente se acostuma
a esperar o dia inteiro e ouvir no telefone: hoje não posso ir.
A sorrir para as pessoas sem receber um sorriso de volta.
A ser ignorado quando precisava tanto ser visto.

A gente se acostuma a pagar por tudo o que deseja e o que necessita.
E a lutar para ganhar o dinheiro com que paga.
E a ganhar menos do que precisa.
E a fazer fila para pagar. E a pagar mais do que as coisas valem.
E a saber que cada vez pagará mais.
E a procurar mais trabalho, para ganhar mais dinheiro, para ter com o que pagar nas filas em que se cobra.

A gente se acostuma a andar na rua e ver cartazes, a abrir as revistas e ver anúncios.
A ligar a televisão e assistir a comerciais.
A ir ao cinema, a engolir publicidade.A ser instigado, conduzido, desnorteado, lançado na infindável catarata dos produtos.

A gente se acostuma à poluição.
À luz artificial de ligeiro tremor.
Ao choque que os olhos levam na luz natural.
Às besteiras das músicas, às bactérias da água potável.
À contaminação da água do mar. À luta.
À lenta morte dos rios.
E se acostuma a não ouvir passarinhos, a não colher frutas do pé, a não ter sequer uma planta.

A gente se acostuma a coisas demais, para não sofrer.
Em doses pequenas, tentando não perceber, vai afastando uma dor aqui, um ressentimento ali, uma revolta acolá.
Se o cinema está cheio, a gente senta na primeira fila e torce um pouco o pescoço.
Se a praia está contaminada, a gente só molha os pés e sua no resto do corpo.
Se o trabalho está duro, a gente se consola pensando no fim de semana.
E se no fim de semana não há muito o que fazer, a gente vai dormir cedo e ainda satisfeito porque tem sono atrasado.

A gente se acostuma para não se ralar na aspereza, para preservar a pele.
Se acostuma para evitar feridas, sangramentos, para esquivar-se da faca e da baioneta, para poupar o peito.


Texto de Marina Colasanti

--
Só para lembrar, já assinou o feeds?

Ae, agora sim 16 comentários...

fábio disse...

esse texto, é sensacional porem triste pois retrata exatamente como é a vida do cidadão brasileiro hoje!

Suzie disse...

A gente se acustuma com o que não devia, a vida vira rotina sem percebermos e nem tentamos mudar isso.

Texto perfeito e realista.

Beijo ;*

Raul disse...

muito interessante seu blog (Y) gostei!

Vanda disse...

Pois é exatamente pelo fato da maioria 'se acostumar' com tudo, que estamos onde estamos.
Cada um precisa fazer sua parte.

=D

Vou seguir o blog. Abraços, ótimo final de semana!

Patrícia Ballare disse...

Nooooooooossa, amei o texto, esses dias estava refletindo sobre isso! Deixa eu postar ele no meu blog um dia?
Amei o blog e titulo do blog rsrsrs
Te sigo tah?!
Bejooo

jaka disse...

o cerebro humano se acostuma a tudo isso é benefico para evolução humana, ja imaginou se nao se os esquimós nao se acostumassem ao frio intenso do ártico

Sandro Batista disse...

Sensacional esse texto... ele é simplesmente a mais perfeita expressão de uma realidade péssima.
e a gente realmente se acostuma com essa realidade!

abração

Matheus Lima disse...

Muito interessante o texto.
"A gente se acostuma a coisas demais, para não sofrer."

semsabor disse...

Parece sempre mais fácil se acustumar com o que não devia,excelente o texto,porém triste :(

http://semsaboor.blogspot.com/

Daniel Silva disse...

conheces algum político que não seja corrupto? é a realidade do nosso país, infelizmente.

abraço

^-^¨cat disse...

somos forçados a nos acostumar com certas coisas. Quem está doente precisa se acostumar ao tratamento por mais duro que ele seja. Outras coisas nao precisam ser toleradas, mas são porque muitas vezes nos acomodamos

Livia Queiroz disse...

Conheço esse texto, é Lindo e um dos mais perfeitos que ja li!

Vivemos nos acostumando a tudo, tapando os olhos, fechando a cara e tudo o mais, e pior, depois, nós mesmos reclamamos porque as coisas estão como estão...

Vai entender...


Quando puder:
http://queiroz19.blogspot.com/

Raah disse...

Muito obrigada pelo comentário na minha página! Sucesso com o seu blog! Ele tá muito bom! Parabéns!

Karla Hack disse...

Primeiro: Parabéns pelo texto... Sensacional!
Eu também não me acostumo a políticos corruptos..´. São tantos danos que corrupção silenciosa, ou escancarada, causam que não haveria como me acostumar!
;D

Victor Bertão disse...

Infelizmente um texto que remete à nossa triste realidade em que nossa sociedade passa a se conformar com diversos fatores que na maior parte das vezes não contribui para o progresso de uma naçao que deveria lutar por seus direitos.

Parabéns pelo texto muito bem escrito e por todo o blog

Se puder me visite - www.plantaocinema.blogspot.com

Victor Bertão disse...

Infelizmente um texto que remete à nossa triste realidade em que nossa sociedade passa a se conformar com diversos fatores que na maior parte das vezes não contribui para o progresso de uma naçao que deveria lutar por seus direitos.

Parabéns pelo texto muito bem escrito e por todo o blog

Se puder me visite - www.plantaocinema.blogspot.com

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

  ©Modificações by Felipe.

TOPO  

BlogBlogs.Com.Br