2 de abril de 2011

Qualidade em queda, vereadores em xeque

Em complementação ao meu artigo anterior, venho a perguntar-lhe, caro leitor: há projetos de lei de qualidade na Câmara de São Paulo?


Veja o título de uma reportagem de Rodrigo Burgarelli, do jornal O Estado de S. Paulo, publicada em 01/04/2011 - mas não é nenhuma mentira, por incrível que possa parecer - no caderno Cidades/Metrópole:

"ONG reprova mais da metade da Câmara de SP"
29 vereadores paulistanos receberam nota abaixo da média de 5,35 do Voto Consciente; qualidade dos projetos de lei é o principal problema

Leia a última frase acima e responda a minha pergunta, por gentileza.

Se formos nos balizar no estudo e avaliação feita pelo Movimento Voto Consciente, veremos que a atuação de alguns vereadores tem deixado a desejar. Há muitos projetos apresentados por nossos representantes - mais ou menos 700 por ano - e desses, a maioria é irrelevante. Ou seja, não causam impacto na vida prática dos munícipes, não ajuda em nada a vida da população.

Batismos de ruas, avenidas, praças e afins, homenagens adulatórias e novas datas comemorativas não são projetos de lei que mereçam o nosso respeito, aprovação e, principalmente, VOTO. Concorda?

Queremos projetos substanciais, úteis, que extrapolem o individual e foquem o coletivo, que abordem problemas crônicos da cidade, como por exemplo o trânsito, o lixo, a violência, a má qualidade das escolas municipais etc. E não projetinhos como o "Dia das Mães Adotivas", "Dia do Transportador Escolar", "Dia da Vila Beatriz", "Dia da Sanfona" e por aí vai.

A cidade merece projetos com dimensões nacionais, como a "Virada do Lixo", de autoria do vereador Ricardo Teixeira (PSDB), nota 5,52 - de acordo com o Movimento Voto Consciente. O projeto foi citado por mim, em postagem anterior, e, agora, destaco-o novamente, mas em áudio.


Do ranking apresentado pelo movimento e divulgado pelo jornal, 29 vereadores tiveram nota menor do que 5,35, numa escala de 0 a 10. O mais bem avaliado foi José Police Neto (PSDB), com 7,50. A menor nota foi concedida a José Olimpio (PP), que obteve 3,48. Agnaldo Timóteo (PR), Wadih Mutran (PP), Penna (PV), Toninho Paiva (PR), Netinho de Paula (PC do B) completam a lista dos 29 com nota abaixo da média.

Vale ressaltar que José Olimpio foi o autor do projeto aprovado na Câmara que instituiu o "Dia do Transportador Escolar" e, Netinho - o que perdeu a eleição para o Senado, no ano passado - responsável pelo "Dia da Sanfona".

Não podemos esquecer de que TODOS os projetos de lei passam pelo crivo da caneta do prefeito Gilberto Kassab.

Leitor-eleitor, principalmente o paulistano, lembre-se: ano que vem teremos eleições, justamente para mantermos ou renovarmos a(s) Câmara(s). Começar a buscar avaliações dos nossos representantes é um exercício de cidadania e faz bem ao seu voto e, consequentemente, para sua cidade.

Mexa-se!

--
Só para lembrar, já assinou o feeds?

Ae, agora sim 5 comentários...

Sandro Ataliba disse...

Gostaria que pelo menos metade dos cidadãos buscasse tamanho esclarecimento. Gostaria também que tais informações fossem mais amplamente divulgadas. Gostaria, principalmente, que os cidadãos fossem mais conscientes. Mas, infelizmente, nada disso ocorrerá. Eu? Continuo fazendo minha parte.
Abraço

Sandro Ataliba disse...

Fala, rapaz.
Só para você tomar conhecimento:
http://esquizofreneticoblues.blogspot.com/2011/04/siga-na-segunda-4-4-11.html
Não é selo, nem precisa retribuir. É apenas um reconhecimento.
Abraço

Infinitas possibilidades disse...

Parabéns não só pelo blog mas pelo entendimento da vida politica que você possui, triste saber é que você é exceção

http://sinsinparadise.blogspot.com/

Ana Claudia disse...

Complicado... política...
Parabéns pelo conteudo do blog, ta muito bom...
Até mais!!

http://dedeaninha.blogspot.com/

Felipe Viana disse...

gostei do blog
estou te seguindo me segue também?
http://estampamoda.blogspot.com

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

  ©Modificações by Felipe.

TOPO  

BlogBlogs.Com.Br