14 de setembro de 2010

O Debate que bate, bate...

Mais um debate se passou e mais uma vez não conseguimos digerir nem 10% dos projetos que os presidenciáveis pretendem implementar no país, caso um deles seja eleito.

O debate, se formos analisar seu histórico ao longo do curto espaço democrático pós ditadura militar, caracterizou-se e tente a se perpetuar como um grande ringue de boxe. O que é de uma inutilidade tremenda, nesse modelo.

É troca de farpas dali, disse-me-disse de cá, e projetos, propostas e promessas de decência governamental que são bons e bem vindos ao debate, nada!

Dilma Rousseff, José Serra, Marina Silva e Plínio de Arruda Sampaio digladiam-se em cadeia nacional. Os dois primeiros, muito intensamente. Principalmente agora, na quase reta final e na vitória iminente da candidata petista.

Marina, no debate de domingo, na RedeTV, até que arriscou alguns dedos em riste, mas passados 05 minutos, murchou e voltou ao seu casulo. O que é uma pena, pois é a única com conteúdo e a que mais tem força para defenestrar os governos anteriores e os dois principais candidatos que trazem na fronte a mancha da corrupção.

A verde tem aval ético e permissão para bradar contra o PT e PSDB, além de ter passe livre para discutir caráter, biografia e compromisso verdadeiro com a sociedade. Só que em TODOS os debates em que pude assisti-la, decepcionei-me com sua postura.

Marina, você é quem pode mais e, infelizmente, fica à mercê do joguinho bate e rebate, passa ou repassa do Serra e da Dilma. Ainda há tempo de mudar o que estão tentando fazer com que acreditemos.

E Plínio de Arruda caricato, continua sendo o franco-atirador, apesar de negar tal predicativo. Com deboche e um "quê" de desdém para com os seus adversários, não mede palavras e "desce a lenha" doa a quem doer. Afinal, não tem nada a perder, não é mesmo? A não ser a cadeira presidencial, posto o qual terá de ralar muito para consegui-lo. Heloisa Helena obteria muito mais votos e chance de chegar lá, ou pelo menos, levaria o pleito para o segundo turno.

Dilma Rousseff está muito mais segura de si, firme e forte, como uma general e não esquece, nem por um minuto o que o governo do presidente Lula fez. Na verdade, só dá o Lula.

Fez direitinho a lição de casa e seguiu os conselhos de seu marqueteiro: evitou (quase) todos os enfrentamentos com Serra. Em todos os blocos, cujos formatos eram perguntas entre candidatos, Dilma optou pela Marina e Plínio. Em contrapartida, levou muita bordoada, sendo chamada de caluniadora, cúmplice de companheiros corruptos e evasiva.

Ela só precisa tentar transparecer a sensibilidade, carisma e delicadeza da mulher brasileira, além de evitar mostrar que está de saco cheio dos debates. Resumindo, "missão impossível".

Agora, José Serra, o candidato que não acha o freio de mão para evitar mais queda nas pesquisas, estava irreconhecível. Perdeu a compostura, a postura e o tempo estipulado para formular perguntas e respondê-las. Dessa vez, sua participação foi um fiasco, mas conseguiu espetar a petista profundamente, colando nela a imagem de corruptora-mor.

Serra, você também pode mais. Pelo menos é a imagem que você vende, ou não?

Debate, minha gente, é crítica, oposição, sem discussão de sujeirada pra lá e pra cá. O nível a que chegou os debates políticos chega a ser revoltante. É por isso que tem dado 3 pontos de audiência, segundo o IBOPE. Nenhum eleitor é favorável a esse tipo apelativo.

Finalizo esse post de indignação, parafraseando o Plínio, "triste o debate se desviar daquilo que deveria ser o seu centro".

--
Só para lembrar, já assinou o feeds?

Ae, agora sim 7 comentários...

Carla disse...

Muito boa sua postagem, me esclareceu sobre o que anda acontecendo nos debates, pq sinceramente, as notícias que tenho visto nos últimos foram na internet mesmo. Debates então passaram longe. Pelo visto estão acirrados, o que não mudou nada se formos lembrar de outros tempos. É lamentável que os debates virem um ringue, pois não é isso que o povo gostaria de ver, não o povo que quer ver pessoas sérias e preocupadas de verdade com o rumo do Brasil. O que vemos é um jogo de interesses e farpas. Eles querem se eleger e perdem a compostura, se o José Serra anda nesse pé, ao menos está conseguindo elevar mesmo a Dilma ao nivel de corruptora-mor(adorei isso).
O gato da foto , no sofá deve ter sofrido bastante.
abraços.

Nicelle Almeida disse...

Diferente do horário político, adoro assistir os debates, pq nesta oportunidade sim, a gente vê os candidatos sendo questionados cara a cara. Mas, sinceramente? O que temos visto, realmente decepciona. O foco está totalmente mudado...cadê as propostas? Eles só se xingam, se acusam e o objetivo n é esse.
Como vc falou em seu post, tb acho que a Marina pode mais. O discurso dela é o melhor, ela é super centrada, tem argumentos fortissimos, realmente é autêntica, mas tenho que concordar com vc que ela tem se perdido em várias ocasiões.
É...n sei mesmo onde vamos parar!
Adorei o post, meu amigo.
Um forte abraço!
Meu blog está atualizado. Me visita? ;)
www.nicellealmeida.blogspot.com

Victor Von Serran disse...

Adorei os ultimos debates,apesar da pouca qualidade de alguns candidatos


espero sua visita !
até

http;//universovonserran.blogspot.com
sigo e comento quem seguir e comentar.

Mônica Pinheiro disse...

Se eu quisesse assitir a uma luta de boxe, ligaria na ESPN, no EsporTV, mas o debate?!
É aquela velha história de manchar a imagem do concorrente para angariar votos na reta final e levar para o segundo turno. Que pena o Serra usar desta artimanha e também é uma pena a Marina ser tão pouco expressiva nas pesquisas.

E lá se vai o Brasil retroceder nestes 4 anos com a Dilma se as urnas confirmarem o resultado das pesquisas de uma vitória da petista no primeiro turno.

fábio disse...

Éo debate não tem servido de nada mesmo, ninguém quer assitir e com os debates seria a chance de algum candidato derrubar Dilma, mas com a pouca audiencia...a vitória vai ser inevitável...e lamentavel!

Patrícia Ballare disse...

Muito bom o post. Realmente esses debates são intragáveis.
Muito bom seus esclarecimentos.
Abraçao

Seyal Layes disse...

O bom deles falarem o que não precisa no debate é que depois não poderão ser cobrados de nada, afinal, não tiveram tempo para promessas.
O povo brasileiro também nao está nem ai para debates, não é questão do motivo ser a falta de qualidade nos candidatos e suas falas e , sim, o povo já está esgotado antes mesmo de trabalhar.
Marina SIlva é a mais cotada nos sites que visito, incrível como ela aparece tão baixo nas pesquisas.. :s
bom, atualizado lá ta? visite
http://paginazabertas.blogspot.com/

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

  ©Modificações by Felipe.

TOPO  

BlogBlogs.Com.Br